Fundo de Incentivo ao Manejo de Trilhas e Vias de Escalada

O programa

As trilhas e vias de escaladas são elementos fundamentais para a prática do montanhismo, elas possibilitam a experiência de viver a liberdade, a aventura e a beleza únicas dos ambientes naturais. Todavia, tanto as trilhas, como as vias de escalada necessitam de um adequado manejo para cumprir suas funções e ao mesmo tempo possibilitar uma visitação ambientalmente responsável. O manejo adequado desses elementos possibilita a prática sustentável de atividades recreativas e esportivas, como a caminhada e a escalada, através da aplicação de técnicas e comportamento que minimizam o impacto em áreas naturais.

manutencao_viaDesta forma, periodicamente é necessário a realizar ações de manejo visando a manutenção ou recuperação desses elementos, bem como para mitigar ou corrigir possíveis impactos negativos que estejam ocorrendo. Buscando fomentar essas ações a FEMERJ estruturou o Fundo de Incentivo ao Manejo de Trilhas e Vias de Escalada (FIM-TE), que tem os seguintes objetivos:
• Apoiar as ações de manejo e de educação ambiental que visem à minimização dos impactos ambientais das atividades recreativas e esportivas, estimulando a difusão das boas práticas em ambientes naturais;
• Fornecer suporte técnico na busca de soluções de manejo;
• Fomentar as ações de manutenção em trilhas e vias de escalada;
• Captar recursos para o fomento de ações de manejo em trilhas e vias de escalada.

O FIM-TE incorpora e amplia os objetivos do antigo Grupo de Trabalho de Manutenção de Vias de Escalada da FEMERJ, que buscava fornecer proteções fixas para a manutenção de vias. Assim, um dos mais fundamentais elementos para prática do montanhismo, que são as trilhas, se constitui, juntamente com as vias de escaladas nas linhas básicas de ação do Fundo.

Através desse Fundo a comunidade montanhista, caminhantes e escaladores, contarão com um instrumento para ajudar a transformar ideia e intenções em ações efetivas para melhoria das condições da prática do montanhismo no Estado do Rio de Janeiro. Contando não só com suporte de recursos materiais, como também com o apoio técnico e a experiência dos colaboradores que atuam a mais de uma década no movimento do montanhismo organizado do Estado, formado pelos milhares de montanhistas praticantes, os 10 clubes de montanhismo e a Associação de Guias Profissionais, congregados na FEMERJ.

 


Documento completo

 


Resultados

Em breve!

 


Cadastro de instalações de proteções fixas

Em elaboração!